quinta-feira, 26 de julho de 2007

versos soltos...

"A noite acendeu as estrelas porque tinha medo
da própria escuridão."

"... O luar é a luz do sol que está sonhando..."

"A maior dor do vento é não ser colorido."

[ ...e hoje, aqui no casulo, o dia é de Mário Quintana]

9 comentários:

Luci * in the Sky with Diamonds * disse...

As palavras de Mário Quintana deixou seu blog ainda mais encantador... tá lindo!

bj
:)

Bruxinha disse...

"...A vida inteira eu quis um verso simples
Pra transformar o que eu digo..."

Flávia Vida disse...

Luci,
sempre, sempre as palavras de Máro Quintana irão enfeitar...qualquer cantinho, qualquer lugar...
obrigadinha pelo elogio :)
beijocas pra ti também :)


Sá,
bruxinha louca...
muito lindo isso...
beijinhos amiga!!
:)

joaninha disse...

Suave como uma gota de orvalho é o que direi do teu Blog, ao poema, direi:
A noite vem para guardar
os segredos que o sol contou
A lua vem curiosa espreitar,
porque foi o sol quem sempre amou.

Flávia Vida disse...

aqui no casulo o pouso de uma joaninha siginifica sorte...e se for uma joaninha tão poeta e tão cheia de delicadezas,ainda mais...
com olhos marejados de tanta formosura nas palavras que me deixaste de presente agradeço a sua visita...
...e a borboleta sairá do casulo; vai voar até à joaninha e deixar-lhes palavras de igual gentileza...

:)

Mateso disse...

Uma ternura.. que lindo!
Bj.

Flávia Vida disse...

obrigada, sempre!!
Bj. de novo
:)

eyes shut disse...

que doçura...!*

Flávia Vida disse...

sim...
como as palavra que vc mesma escreve...
:)